Passos Coelho: "O governo meteu-se numa alhada grande"

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, reafirmou hoje ao início da noite que o partido não irá ajudar o governo a "descalçar esta bota".

Pedro Passos Coelho, que falava na sequência da reunião dos órgãos de direcção dos sociais-democratas, acusou o governo PS de "colocar o país a pão e água" com as medidas de austeridade anunciadas.

"O governo meteu-se numa alhada grande e meteu o país numa alhada grande e agora quer que seja o PSD a descalçar esta bota", afirmou. "Já passou dos limites e não há-de ser o PSD a descalçar esta bota", acrescentou.

"Não queremos olhar mais para esta peça de teatro de má qualidade", disse, afirmando que já esperava que o governo "viesse acusar o PSD das piores coisas possíveis".

"Não daremos mais qualquer voto para manter equívoco, mas estamos com o país", rematou o líder do PSD. "Precisamos de salvar Portugal. Não precisamos de acenas com o papão da crise e da bancarrota. Ou o governo gaz o seu trabalho ou deixa que outros o façam".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG