BE diz que foram os PEC que levaram à crise política

José Manuel Pureza encerrou as Jornadas Parlamentares do Bloco de Esquerda em Torres Novas, dirigindo-se ao país "em nome dos excluídos e dos jovens". Em seu entender "essa política tem um nome:PEC. E realça que o país já é governado hoje por um FMI a prestações."

Pureza assegura que "não é por se abrir uma crise política que o FMI virá. Antes pelo contrário é por o governo e o PSD terem imposto estas políticas de PEC1, PEC2 e PEC 3 que a crise política se desencadeou quando o governo ia avançar com o PEC 4".

Na sessão de encerramento, José Manuel Pureza apresentou ainda o projecto de resolução que amanhã levam ao Parlamento.

Nesta resolução rejeita-se o PEC que "propõe o agravamento das políticas cujo fracasso reconhece nas projecções anunciadas" quando se prevê agora uma contracção do PIB em 0,9 pontos percentuais. Em alternativa, os bloquistas avançam com prioridades para o crescimento e o emprego.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG