Angela Merkel: "Estou grata a Sócrates"

A chanceler alemã disse hoje que está "grata" ao primeiro-ministro português pelo trabalho feito na consolidação das contas públicas e lamentou que as novas medidas de austeridade não tenham sido viabilizadas pelo Parlamento.

"Estou grata a Sócrates" por tomar a responsabilidade das contas públicas do seu país, disse Angela Merkel, citada pela agência de informação financeira Bloomberg. A líder alemã lembrou que as novas medidas tomadas pelo Governo português para reduzir o défice orçamental foram de "longo alcance" e apoiadas pelo Banco Central Europeu (BCE) e pela União Europeia.

Para Angela Merkel, Sócrates esteve "correcto" e foi "corajoso" em levar as novas medidas de austeridade ao Parlamento português para votação.

O primeiro-ministro, José Sócrates, apresentou na quarta-feira à noite a demissão ao Presidente da República por considerar que ficou sem condições para governar, depois de o Parlamento ter aprovado resoluções de rejeição de toda a oposição ao chamado PEC 4 proposto pelo Governo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG