Obama diz que aliados o apoiam na ratificação do START

O Presidente dos Estados Unidos avisou que ninguém vai ganhar eleições americanas com base nesta questão, enviando uma mensagem à oposição republicana a partir de Lisboa

Barack Obama diz que recebeu o apoio de todos os aliados em relação à importância do novo tratado START, cuja ratificação os republicanos querem travar no Congresso.

"Tive o apoio de todos os aliados aqui, pois consideram que o START é uma componente crítica da segurança. Eles pediram em público e em privado que ele seja ratificado. Incluindo os que vivem mais perto da Rússia. Temos pessoas de todos os quadrantes e Administrações a dizer que é do nosso interesse nacional fazer isto agora", disse o Presidente dos EUA, numa conferência de imprensa na FIL.

Obama, cujo Partido Democrata sofreu um revés nas eleições intercalares do início deste mês, mandou uma mensagem para consumo interno: "Ninguém vai ganhar as eleições de 2012 por causa deste assunto".

O novo tratado START foi assinado entre os EUA e a Rússia a 8 de Abril deste ano, em Praga, tendo agora de ser ratificado pelos dois países para entrar em vigor. Visa a redução do armamento nuclear e a consequente verificação. Obama quer o documento ratificado até final deste ano, mas os republicanos, que estão à espera que entre em funções um novo Congresso no início do ano, querem adiar o assunto.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG