Discursos da manifestação marcados por apelo à greve geral

Os discursos da manifestação de hoje em Lisboa pela "Paz sim, Nato Não" foram marcados por uma forte mensagem de apelo à participação à greve geral, marcada para quarta-feira.

No discurso, Helena Barbosa, do Conselho Nacional Preparatório do 17.º Festival Mundial da Juventude e Estudantes, fez referência à destruição das funções sociais em Portugal e acusou o Governo de ser responsável pelo "mais duro ataque dos trabalhadores desde 25 de Abril".

Por sua vez Socorro Gomes, presidente do Conselho Nacional da Paz, apelou à luta pelo desmantelamento desta associação criminosa, sublinhando que na Cimeira da NATO, em Lisboa, está a ser preparada "a máquina mais mortífera para a invasão dos países e destruir a democracia". "A NATO é conhecida por ter as mãos cheias de sangue", disse.

Já Graciete Cruz, da organização, aplaudiu a adesão à manifestação, dizendo que são mais de 30 mil e sublinhando que estão a lutar pela defesa de um "mundo mais justo".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG