Arménia boicota encontro de Lisboa devido a conflito

O Presidente da Arménia, Serj Sarkissian, boicotou a Cimeira da NATO devido à posição assumida pela Aliança em relação ao conflito em Nagorno-Karabakh.

Sarkissian não concorda com o projecto de resolução da Cimeira da NATO na parte relativa à solução do conflito no Cáucaso do Sul. Segundo a administração do dirigente arménio, "a resolução baseia-se apenas num dos princípios da Organização da Segurança para a Segurança e Cooperação na Europa, ou seja, o princípio da integridade territorial, sem prestar atenção ao direito à autodeterminação, à renúncia ao conflito, etc."  

Sarkissian considera que esta situação pode criar mais complicações no processo de regularização pacífica do conflito de Nagorno-Karabakh, tendo como fundo o aumento das despesas militares e das declarações anti-arménias da parte do Azerbaijão.

Nagorno-Kabakh é uma parcela do território do Azerbaijão com maioria da população arménia. No período da desintegração da União Soviética, Karabakh proclamou a independência em relação ao Azerbaijão, o que deu origem a um sangrento conflito armado entre azeris e arménios.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG