Radioactividade aumenta no mar junto de Fucoxima

Níveis de radiação nas águas junto da central são 1250 vezes superiores ao limite permitido.

Agência nuclear japonesa afirma que não existe risco imediato para a saúde pública, mas admite tratar-se uma "quantidade considerável".

Radiação atingiu mais um vegetal que se cultiva na região de Fucoxima. Governo anunciou a entrada em vigor de novos controlos mais rigorosos para o peixe e marisco provenientes da região.

Central completou 40 anos.

Leia mais pormenores no epaper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG