Merkel suspende projecto por três meses

A chanceler alemã, Angela Merkel, anunciou hoje que a Alemanha vai suspender por três meses uma decisão de prolongar o funcionamento das suas centrais nucleares no país.

Merkel anunciou a moratória de três meses em reacção aos problemas que afectam algumas centrais nucleares japonesas, depois do terramoto que abalou aquele país asiático na sexta-feira.

"A situação mudou, também para a Alemanha", disse Merkel. "Não podemos fingir que não se passou nada. Vamos suspender a extensão da vida das centrais nucleares alemãs, recentemente adoptada. Trata-se de uma moratória, e esta moratória será válida por três meses."

Em Outubro, o governo de Merkel reviu um compromisso firmado com a indústria nuclear pelo anterior executivo social-democrata e ambientalista, que prolongava o prazo de funcionamento das 17 centrais atómicas alemãs por mais 12 anos, em média.

Perante os acontecimentos no Japão, a oposição alemã voltou a exigir ao governo de Merkel uma rápida renúncia à energia nuclear.

No sábado, mais de 50 mil pessoas protestaram em Baden-Wuerttemberg contra a política nuclear do governo central, formando uma cadeia humana de mais de 40 quilómetros entre o centro de Estugarda, a capital estadual, e a central atómica de Neckarwestheim.

"Digo-o com clareza: não há tabus no que diz respeito à segurança" no nuclear, disse hoje Merkel.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG