Helicópteros lançam água para evitar fusão

O chefe da comissão de regulação nuclear (NRC) dos EUA afirmou que se tinha evaporado toda a água do tanque do combustível usado na central nuclear japonesa com mais problemas. O Japão colocou em marcha operação de emergência.

Veja aqui as imagens da TV japonesa onde se vê os helicópteros a lançarem água sobre a central nuclear.

As autoridades japonesas lançaram uma operação de emergência no sentido de evitar uma fusão nos reactores 3 e 4 da central de Fukushima. É que as cargas de combustível perderam água e estão a aquecer a um ritmo preocupante. O invólucro externo das cargas também se pode inflamar e ganhar força suficiente para lançar o combustível radioactivo dentro de uma área extensa.

Poucos minutos depois das 10.00 da manhã no Japão (2.00 em Portugal), helicópteros do exército atiraram água do mar (mais de 7.500 litros) para o reactor 3 (o mais perigoso porque contém plutónio em vez de urânio). No reactor 4 está prevista a injecção de água através de camiões preparados para o efeito.

Os peritos consideram que os níveis de radiação são extremamente elevados, o que pode afectar a capacidade dos trabalhadores de impedirem as temperaturas de aumentarem. As autoridades já evacuaram cerca de 28 mil pessoas das imediações da central nuclear.

A última contabilidade oficial, entretanto, aponta para 5.178 mortos e 8.606 desaparecidos na sequência do sismo e do tsunami.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG