Explosão em central nuclear de Fukushima

Uma forte explosão foi ouvida hoje perto do reactor número 1 da central nuclear de Fukushima (norte de Tóquio), onde o nível de radioactividade aumentou de forma alarmante na sequência do forte sismo que sacudiu na sexta-feira o Japão.

Segundo a televisão pública NHK, que cita a Agência de Segurança Nuclear do Japão, a explosão ocorreu às 16:00 locais (07:00 em Lisboa) e há pelo menos 20 empregados da central que estão feridos. A televisão afirma que as causas da explosão são ainda desconhecidas.

No entanto, um especialista nuclear afirmou, em declarações à NHK, que a explosão pode ter sido "intencional".

A televisão nipónica está a mostrar imagens de uma nuvem de fumo branco por cima da central nuclear e anunciou que o nível de radioatividade está 20 vezes superior ao normal.

Entretanto, o teto e as paredes do edifício do reator de Fukushima desmoronaram-se, refere ainda a NHK.

As autoridades locais tinham ordenado na sexta-feira a evacuação da zona num raio de 10 quilómetros em redor da central.

Na sequência da explosão, a televisão pública NHK aconselhou os japoneses a manterem-se em casa e a fecharem as janelas num perímetro "mais amplo que os 10 quilómetros da zona evacuada".

Peritos e jornalistas da cadeia de televisão também aconselharam as pessoas que estão no exterior a proteger as vias respiratórias com um pano molhado e a taparem-se ao máximo para evitar o contacto direto da pele com o ar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG