Governo aprova amnistia para presos políticos

O governo de transição tunisino aprovou hoje uma amnistia geral para presos políticos e deverá ser anunciado um decreto-lei nos próximos dias, anunciou o porta-voz governamental Taieb Baccouch.

"A amnistia foi aprovada em conselho de ministros e deve ser anunciado o decreto-lei nos próximos dias", declarou aos jornalistas. O primeiro governo de transição na Tunísia já tinha adoptado um projecto de lei de amnistia, no passado dia 20 de Janeiro, seis dias após o derrube do regime do presidente Ben Ali.

Mas, a semana passada, a Assembleia Nacional e o Senado aprovaram uma lei autorizando o presidente interino, Foued Mebazaa, a governar por decreto-lei, evitando o Parlamento do antigo regime.

O ministro da Justiça, Lazhar Karoui Chebbi, indicou na quarta-feira que foi concedida liberdade condicional a três mil presos, sem precisar se eram presos de delito comum ou presos políticos. Segundo o advogado Samir Ben Amor há ainda entre 300 a 500 presos políticos nas cadeias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG