Aviões espanhóis juntam-se à coligação contra Kadhafi

Dois dos quatro aviões de combate F-18 com que Espanha contribuirá para a operação de estabelecimento da zona de exclusão aérea sobre a Líbia partiram já de Itália para aquele país africano.

Fontes do Ministério da Defesa explicaram que os dois aviões saíram da base italiana de Decimomannu (na Sardenha), devendo participar em patrulhas aéreas no espaço aéreo líbio.

Cada um dos F-18 está equipado com mísseis ar-ar e tem autorização para disparar caso, seja necessário, sobre qualquer aparelho que viole a zona de exclusão.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG