Mubarak e a família estão proibidos de sair do Egipto

O antigo Presidente do Egipto, Hosni Mubarak, e os seus familiares mais próximos foram proibidos de sair do país e os seus bens no Egipto foram congelados, anunciou hoje fonte judiciária egípcia.

Além do Presidente, que se demitiu a 11 de Fevereiro, este medida aplica-se à mulher, Suzanne, aos dois filhos, Alaa e Gamal, e respectivas mulheres, Heidi Rasekh e Khadiga al-Gammal, de acordo com a mesma fonte.

Mubarak demitiu-se na sequência de uma revolta popular e entregou o poder ao exército. De acordo com o governo egípcio, Hosni Mubaral saiu do Cairo e encontra-se em Charm el-Cheikh, estância balnear no Mar Vermelho.

A 21 de Fevereiro passado, a justiça egípcia anunciou ter pedido o congelamento dos bens no estrangeiro do antigo Presidente e dos familiares mais próximos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG