Deputados portugueses ignoram vice-presidente da Comissão

Parlamento. Só quatro em 33 deputados foram à reunião com a sueca Margot Wallström

O insólito aconteceu em pleno exercício da presidência portuguesa da União Europeia . Numa reunião de trabalho da Comissão de Assuntos Europeus da Assembleia da República com a vice-presidente da Comissão Europeia compareceram apenas quatro em 33 deputados. O encontro no Parlamento português com a comissária sueca Margot Wallström acabou por durar apenas meia hora porque nem sequer estava disponível um intérprete.

Margot Wallström estava na AR para uma reunião de trabalho com os deputados portugueses que integram aquela comissão, até porque tem o pelouro na Comissão Europeia das relações institucionais e da comunicação. Para a receber, para além do presidente da comissão parlamentar, Vitalino Canas, estavam apenas Armando França, Jacinto Serrão e Maria Manuel Oliveira, todos do PS, e Ofélia Moleiro (PSD). O próprio Vitalino Canas acabaria por ter que sair da reunião, invocando motivos pessoais, e dois deputados assinaram o livro de presenças e acabaram por não comparecer: António Galamba (PS) e Nuno Magalhães (CDS/PP).

Ao DN, Vitalino Canas sustenta que as reuniões da Comissão de Assuntos Europeus se realizam às terças-feiras à tarde ou às quartas de manhã: "Foi-nos dito que a senhora comissária apenas poderia estar da parte da manhã, marcámos para as onze, mas houve deputados que não puderam corresponder porque já deviam ter as suas coisas organizadas de outro modo". O deputado do PS sai em defesa de Nuno Magalhães, "que tinha a conferência de líderes", ou de Telmo Correia, "que anda em campanha eleitoral", mas assume que não pode "apresentar as justificações de todos. Nem me compete."

O assunto chegou logo ao conhecimento de Jaime Gama, presidente da Assembleia da República, cujo gabinete contactámos. Jaime Gama não quer, para já, fazer comentários, mas há dias na apresentação do novo site do Parlamento, que tem várias secções especiais dedicadas à presidência portuguesa da UE, tinha demonstrado e pedido grande empenho no papel que a AR poderá ter nestes seis meses.

Na reunião-relâmpago de ontem com Wallström os deputados e a comissária debateram a estratégia de comunicação da UE e a forma de suscitar interesse pelos temas europeus. Vitalino Canas garante que tentou que houvesse uma representação dos principais partidos, PS e PSD, mas o PCP, o Bloco de Esquerda, o CDS/PP e Os Verdes faltaram à chamada.|

95% DO PLANO CONCLUÍDO

Zorrinho diz que as medidas do Plano Tecnológico estão quase todas a ser aplicadas

Noventa e cinco por cento das medidas do Plano Tecnológico, programa governamental para a massificação das novas tecnologias e aumento da competitividade empresarial através da inovação, estão concluídas, disse ontem o coordenador, Carlos Zorrinho. Este é o relatório de execução do programa que o coordenador apresentou ao conselho consultivo do Plano Tecnológico, num encontro que contou com a presença da comissária europeia da Concorrência, Neelie Kroes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG