Maduro debate com Capriles... se este pedir desculpas

O Presidente interino da Venezuela, Nicolas Maduro, disse na noite de quarta-feira que aceitará um debate com o seu opositor Henrique Capriles se este pedir perdão publicamente à família de Hugo Chávez por ter duvidado da data da sua morte.

"Se o candidato da oposição se retratar e pedir desculpas públicas à família, se pedir perdão, publicamente, ao povo (...) eu penso que poderíamos realizar um debate público ou os que o povo entender", afirmou Nicolas maduro numa entrevista ao canal privado Venevisión, também transmitida pela estatal VTV.

Maduro disse também que Capriles "cometeu muitas e graves ofensas contra a memória do comandante Hugo Chávez" ao referir-se a declarações que o também governador do estado de Miranda fez domingo colocando em causa que Chávez tivesse morrido no dia anunciado pelo governo.

"Quem sabe quando morreu o Presidente Chávez", questionou Capriles depois de aceitar ser o candidato da oposição às eleições presidenciais agendadas para 14 de abril.

A filha de Chávez, Maria Gabriela, difundiu terça-feira uma carta em que assegurava que o seu pai tinha falecido a 05 de março e apelou a quem diz que a morte terá ocorrido antes que "não brinque" com a dor da família e do povo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG