Vitória do Ukip revela "profunda desilusão" com a UE

O primeiro-ministro britânico David Cameron considerou que a vitória do partido populista Ukip nas eleições europeias deste domingo no Reino Unido traduz "a profunda desilusão" dos britânicos com a União Europeia. E rejeitou qualquer pacto com Nigel Farage.

"As pessoas estão profundamente desiludidas com a União Europeia", afirmou David Cameron esta manhã na BBC Radio 4. "Querem uma mudança e, no meu caso, a mensagem chegou e foi compreendida", acrescentou.

O primeiro-ministro explicou ainda que se os britânicos "querem um referendo sobre a Europa, só há um partido que o pode realizar. Os trabalhistas e os liberais democratas são contra a sua realização. E o Ukip não o pode organizar".

Mas Cameron afastou a hipótese de acelerar o calendário para a realização do referendo marcado para 2017, se for reeleito.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG