Schulz passeia por Lisboa e tira fotos com Pessoa

O candidato socialista a presidente da Comissão Europeia, Martin Schulz, percorreu hoje a baixa de Lisboa ao lado de António Costa e António José Seguro, fazendo visitas a espaços culturais e elogios à mentalidade investidora norte-americana.

Numa tarde de calor, ao longo de quase três horas, o dirigente social-democrata germânico e atual presidente do Parlamento Europeu, teve sempre a companhia do cabeça de lista do PS às eleições europeias, Francisco Assis, e encontrou-se na livraria Bertrand, no Chiado, com o ensaísta Eduardo Lourenço, simbolicamente o último suplente da lista europeia do PS.

Além da livraria Bertrand, Martin Schulz posou para a fotografia ao lado da estátua de Fernando Pessoa no Chiado, conversou com alguns turistas alemães que encontrou pelo caminho, visitou a loja "Conserveira de Lisboa" e a Fundação Saramago, e esteve quase uma hora na Startup Lisboa, em plena baixa pombalina, onde fez a única intervenção de caráter mais político.

"Nos Estados Unidos, se um jovem investidor é bem-sucedido, está tudo bem; se é mal sucedido, tudo está bem na mesma, porque tenta uma próxima vez. Na Europa, se o jovem não tem sucesso no seu projeto, fica com a marca do falhanço. Temos de mudar esta mentalidade", declarou.

Numa nota de humor, depois de elogiar a criatividade inerente a muitos projetos tecnológicos desenvolvidos por jovens que formam micro e pequenas empresas, o dirigente social-democrata germânico fez uma analogia com o seu caso pessoal perante as eleições do próximo dia 25.

"Se votarem por Seguro ou por Assis, estão a votar em mim. O meu capital de risco são os votos", disse, provocando risos às candidatas socialistas Maria João Rodrigues, Ana Gomes e Elisa Ferreira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG