Schulz candidato à liderança dos socialistas no PE

O presidente do Parlamento Europeu (PE), Martin Schulz, anunciou hoje que se vai apresentar como candidato à liderança do grupo dos Socialistas & Democratas (S&D) no hemiciclo europeu.

"Vou apresentar-me, a 18 de junho, como candidato a liderar o grupo dos Socialistas & Democratas e demitir-me de presidente do PE", disse Schulz, citado pela agência EFE, à chegada à reunião de líderes socialistas prévia à cimeira extraordinária de chefes de Estado e de governo da União Europeia (UE).

"Nesse cargo, vou liderar as negociações com outros grupos" do PE, disse, acrescentando esperar que o Partido Popular Europeu (PPE) conceda hoje o mandato a Jean-Claude Juncker, candidato do grupo à presidência da Comissão Europeia, para negociar a maioria necessária no PE.

Martin Schulz era o candidato à presidência da Comissão Europeia dos socialistas europeus, mas o seu grupo político ficou em segundo lugar nas eleições, obtendo 191 assentos, contra os 213 conseguidos pelo PPE.

Schulz elogiou por outro lado o "grande passo" dado hoje pelos presidentes dos vários grupos políticos europeus ao respeitarem o que prometeram antes das eleições exigindo aos líderes europeus que encarreguem Juncker de negociar o apoio do PE para ser presidente da Comissão.

O socialista alemão prometeu também negociar com Juncker sobre o futuro da Europa.

"Vou-me esforçar, se Juncker vier ter comigo e se o meu partido me mandatar para negociar, por conversar com ele sobre uma Comissão Europeia que lute contra o desemprego jovem e a evasão fiscal, que se preocupe em ter os interesses dos cidadãos no centro da UE e que leve a sério a subsidiariedade", disse Schulz.

MDR(ATF/IG) // JMR

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG