Portugal é o oitavo estado-membro com mais abstenção

Apenas 34,5% dos eleitores inscritos foram às urnas em Portugal, o que faz com que o país tenha uma das mais altas taxas de abstenção da Europa, apenas atrás de outros sete países do Leste do continente.

Foi na Eslováquia que se registou a taxa de participação mais baixa da União Europeia, com apenas 13% dos eleitores a decidir para quem vão os 13 lugares no Parlamento Europeu, segundo as estimativas do consórcio TNS/Scytl.

Na Eslovénia, Polónia e República Checa a taxa de participação rondou os 20%. Letónia, Hungria e Croácia também registaram níveis de participação abaixo de Portugal.

No extremo oposto estão a Bélgica e o Luxemburgo, onde 90% dos eleitores votaram para escolher os seus representantes no parlamento Europeu - em ambos o voto é obrigatório.

No conjunto dos 28 países que compõe a União Europeia, a taxa de participação ficou-se pelos 43,11%, ligeiramente acima dos 43% das últimas eleições, quebrando décadas de descida constante desde as primeiras eleições diretas, em 1979.

Exclusivos