Presidente mexicano confirma presença em cerimónia em Joanesburgo

O Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, vai estar presente, na próxima terça-feira, na cerimónia em memória do antigo chefe de Estado sul-africano Nelson Mandela, em Joanesburgo, informou, este sábado, o ministério dos Negócios Estrangeiros do México.

Em comunicado oficial, a Secretaria dos Negócios Estrangeiros indica que é esperada a presença de uma centena de chefes de Estado e de Governo na série de cerimónias previstas.

"A participação do Presidente Enrique Peña Nieto nesta cerimónia constituirá uma mostra de solidariedade para com a nação sul-africana, neste momento de luto para esse país e para a região africana", refere a nota, citada pela Efe.

A presença de Enrique Peña Nieto permitirá, ao mesmo tempo, segundo o comunicado, que "as condolências e o apoio ao povo e Governo por esta irreparável perda sejam transmitidos ao mais alto nível".

A Casa Branca também confirmou, este sábado, que o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a mulher, Michelle, vão assistir à cerimónia em homenagem a Nelson Mandela, que vai ter lugar em Joanesburgo.

A morte de Nelson Mandela, aos 95 anos, foi anunciada na quinta-feira à noite pelo Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, motivando de imediato reações de pesar a nível mundial.

"A nossa nação perdeu o maior dos seus filhos", disse Zuma, anunciando que a bandeira sul-africana vai estar a meia haste até ao funeral de Estado, marcado para 15 de dezembro.

O Comité Nobel norueguês considerou Mandela, que esteve preso 27 anos pela luta contra o regime de "apartheid" da África do Sul, "um dos maiores nomes da longa história dos prémios Nobel da Paz".

Mandela foi o primeiro Presidente negro da África do Sul, entre 1994 e 1999.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG