53 chefes de Estado e Governo confirmados no funeral

Mais de meia centena de chefes de Estado e de Governo confirmaram a presença no funeral de estado do líder sul-africano Nelson Mandela, revelou hoje a ministra dos Negócios Estrangeiros, Maite Nkoana-Mashabane.

Os presidentes norte-americano, Barack Obama, a brasileira Dilma Rousseff, o francês François Hollande e o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, contam-se entre os 53 dignitários estrangeiros que confirmaram a presença no funeral de Nelson Mandela, falecido na quinta-feira aos 95 anos.

Houve um "interesse sem precedentes" para participar as cerimónias funebres, disse Nkoana-Mashabane, explicando que a maioria dos líderes mundiais participará na cerimónia de terça-feira no estádio Soccer City, onde Mandela fez a sua última grande aparição pública durante o campeonato do mundo de futebol de 2010.

Um grupo mais pequeno viajará até Qunu, aldeia natal de Nelson Mandela, onde este será enterrado no dia 15.

O atual e ex-secretários gerais das Nações Unidas, respetivamente Ban Ki-moon e Kofi Annan, o ex-presidente da Finlândia e Prémio Nobel da Paz, Martti Ahtisaari, o enviado especial das Nações Unidas para a Síria, Lakhdar Brahimi e a ex-presidente da Irlanda, Mary Robinson são outras personalidades que já confirmaram a presença.

A apresentadora de televisão Oprah Winfrey, o cantor Bono (U2), o empresário Richard Branson e o músico Peter Gabriel também estarão nas cerimónias.

O líder da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, e o príncipe Carlos, em representação da rainha Isabel II, são também presenças já confirmadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG