Obama decide não divulgar foto do cadáver de Ben Laden

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, decidiu que a fotografia do cadáver de Usama Nen Laden não será divulgada, noticiou hoje a agência norte-americana AP.

Obama divulgou esta decisão durante uma entrevista, hoje, ao programa 60 Minutos da cadeia televisiva CBS.

A Casa Branca ponderou a divulgação da foto, em parte para provar que Ben Laden está morto, mas decidiu não o fazer, por a imagem ser chocante e poder inflamar protestos.

Na terça-feira, o director da CIA, Leon Panetta, assegurou, em entrevista à cadeia televisiva NBC, que o governo norte-americano divulgaria a foto de Bin Laden, enquanto o porta-voz de Obama, Jay Carney, admitiu que as fotografias eram muito "fortes" e poderiam ter um efeito "incendiário".

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.