CIA admite uso de tortura para ter informações sobre Bin Laden

O director da agência de Inteligência americana, Leon Panetta, admitiu o uso de 'afogamento simulado' para obter informações sobre o paradeiro do líder da Al Qaeda.

Em entrevista à NBC, Panetta disse que as pistas que levaram os serviços de Inteligência ao esconderijo do líder da Al Qaeda surgiram de "muitas fontes", e não só dessa técnica de interrogatório.

Questionado se nessas 'técnicas de interrogatório' se incluía o 'afogamento simulado', Panetta respondeu: "corretco".

Leon Panetta revelou ainda que as ordens do presidente Barack Obama eram para matar Bin Laden e não para capturá-lo. O director da CIA acrescentou que o governo do Paquistão desconhecia a operação para matar ol líder da Al Qaeda.

Ler mais

Exclusivos