Director da CIA alerta para possíveis represálias

O director dos serviços secretos norte-americanos (CIA), Leon Panetta, alertou hoje para possíveis represálias terroristas, na sequência da morte de Osama bin Laden, divulgada no domingo à noite pela Casa Branca.

"Mesmo com Bin Laden morto, a Al-Qaida não está. É quase certo que os terroristas vão tentar vingar a sua morte, devemos permanecer vigilantes e determinados", afirmou, em comunicado, o director da agência, responsável pela coordenação do ataque contra o chefe da rede terrorista.

"Foi um golpe terrível para o inimigo", salientou Panetta, na mesma nota informativa, evocando que a morte de Bin Laden é um "momento de alegria" e um "triunfo histórico". "O único líder que eles conheceram, cuja visão cheia de ódio gerou atrocidades, não existe mais. Aquele que supostamente era inapreensível foi capturado e morto. E não vamos descansar até que o último destes terroristas seja entregue à justiça", acrescentou Panetta, que irá deixar brevemente a liderança dos serviços secretos norte-americanos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG