Nuno Melo defende mais redução na despesa pública

O eurodeputado Nuno Melo (CDS-PP) defendeu hoje, em Bucareste, que o Governo acentue a redução da despesa no Orçamento do Estado (OE) para compensar o esforço que é pedido aos portugueses através do aumento de impostos.

"Acho que o Estado exige hoje tremendamente das famílias, das empresas, de quem trabalha, de quem recebe pensões, como nunca aconteceu na história", disse o eurodeputado, que participa, na capital romena, no congresso do Partido Popular Europeu.

Melo apelou a que no "processo dinâmico" de discussão do OE, na Assembleia da República, haja espaço para aumentar os cortes na despesa pública.

"Gostaria que, no final, o Estado demonstrasse claramente que tem a capacidade de diminuir despesa e de forma proporcional", sublinhou o eurodeputado, apelando a um "sentido de justiça".

"O Estado tem que dar a sua contrapartida, que é reduzir significativamente a despesa. E tudo ponderado, no final de votado o OE, era isso que gostaria de ver".

O dirigente centrista lembrou ainda que o aumento de impostos estava consignado no memorando de entendimento com a 'troika', "não por culpa de quem governa mas por responsabilidade primeira de quem, durante seis anos antes da tomada de posse deste Governo, mais do que duplicou a nossa dívida".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG