Não estamos na iminência de um novo ato eleitoral

Cavaco Silva relembrou o "chumbo" da moção de censura na quarta-feira, caracterizou-a como um ato de confiança da Assembleia da República no Governo e, por isso, "o Governo tem toda a legitimidade" para continuar.

"A Assembleia da República mantém a confiança no Governo e o Governo só depende da Assembleia da República", acrescentando que "o Governo já não depende do presidente da República".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG