Sindicatos marcam manifestação para 12 de Novembro

A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, o Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado e a Frente Sindical da Administração Pública marcaram hoje uma manifestação nacional para 12 de Novembro.

"Esta acção de luta em convergência tem como objectivo protestar contra o roubo dos salários, das pensões e dos subsídios e defender o emprego e o serviço público do Estado", disse à agência Lusa a coordenadora da Frente Comum, Ana Avoila.

A data da manifestação e os objectivos do protesto foram acordados entre as três estruturas sindicais da Administração Pública, que se reuniram hoje para analisar os novos cortes anunciados para o sector e discutir as respostas a dar.

A Frente Comum já tinha decidido promover uma manifestação nacional na primeira quinzena de Novembro embora não tivesse escolhido uma data para o protesto.

A proposta de Orçamento do Estado para 2012 prevê o corte dos subsídios de férias e de Natal aos trabalhadores do sector público com salários acima dos mil euros, nos próximos dois anos, e idêntica medida para os pensionistas.

O congelamento salarial e das promoções e progressões nas carreiras, assim como a redução do valor do trabalho extraordinário são outras das medidas previstas no orçamento do Estado para aplicar à função pública.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG