JSD quer responsabilizar criminalmente José Sócrates

O líder da Juventude Social-Democrática (JSD), Duarte Marques, apelou hoje ao Procurador-Geral da República para que investigue a eventual responsabilidade do anterior governo e, em particular, do ex-primeiro-ministro, José Sócrates, pela situação económica do país.

Numa reacção ao anúncio das medidas anunciadas quinta-feira pelo primeiro-ministro, Duarte Marques disse à Agência Lusa que as "medidas são muito duras" e mostram "o ponto a que o país chegou".

Nesse sentido, o líder da JSD disse que vai enviar em breve uma carta ao Procurador-Geral da República, Fernando Pinto Monteiro, na qual fará um apelo à investigação e à criminalização de eventuais responsáveis pela situação do país.

"Apelamos ao PGR que, à semelhança do que já anunciou noutros casos no passado, investigue a situação e que leve ao banco dos réus os verdadeiros culpados da situação a que o país chegou, como o próprio ex-primeiro-ministro que neste momento está a passear em Paris enquanto os portugueses veem os seus bolsos esvaziar a cada dia que passa", frisou.

Para Duarte Marques, "é tempo de acabar com esta pouca-vergonha" e não deixar que os responsáveis saiam impunes".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.