António Costa e Pedro Silva Pereira defenderam voto contra

O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, e o ex-ministro Pedro Silva Pereira estiveram entre os 22 membros da Comissão Política do PS que votaram contra a proposta de os socialistas se absterem no Orçamento.

António Costa chegou à reunião da Comissão Política do PS já perto da meia-noite e recusou-se a prestar declarações aos jornalistas.

Já Pedro Silva Pereira, considerado o "braço direito" do ex-primeiro-ministro José Sócrates, fez uma intervenção dura contra o teor da proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2012, colocando mesmo em causa o cenário macroeconómico presente neste documento, e defendeu que os socialistas deveriam rejeitá-lo.

Fontes socialistas adiantaram à agência Lusa que os três membros do grupo de trabalho para a análise do Orçamento, Pedro Nuno Santos, Pedro Marques e João Galamba, defenderam igualmente a rejeição da proposta do Governo.

Intervenções contra a proposta de abstenção feita pela direção do PS foram também feitas por dirigentes como José Lello, Sérgio Sousa Pinto, Fernando Serrasqueiro ou Eduardo Cabrita.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG