BEI empresta até 14 mil milhões

O Estado português e o Banco Europeu de Investimento (BEI) assinaram ontem um acordo que prevê o financiamento para o programa 40 mil milhões de euros de investimentos em projectos de infra-estruturas. Neste pacote estão incluídos incluindo o novo aeroporto de Lisboa e a rede de alta velocidade ferroviária (TGV), mas também outras redes de transporte, parcerias na saúde, investimento na energia e no ambiente, adiantou aos jornalistas, o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos.

A assinatura do acordo foi feita ontem durante o seminário "Financiamento da Economia: Oportunidades e Parcerias no Contexto Actual", Teixeira dos Santos falou ainda em apoios do BEI para a reabilitação urbana. Normalmente, a participação do BEI nestes projectos ronda os 35% do investimento total, acrescentou o governante, afirmando que o valor de referência pode rondar os 14 mil milhões de euros (35% dos 40 mil milhões de euros).

Em declarações aos jornalistas, o presidente do BEI, Philippe Maystadt, disse ainda que o TGV e o novo aeroporto de Lisboa "são projectos importantes" e que serão utilizados "os critérios normais" para a sua análise económica.

Exclusivos