PS colocou Oliveira Costa no cepo, oposição queria cabeça de Constâncio

Oliveira Costa não foi poupado por nenhuma das forças políticas.

A primeira comissão parlamentar de inquérito ao caso BPN durou sete meses e acabou sem consenso. Apenas o PS, então com maioria absoluta, aprovou o relatório final e respetivas conclusões.

A oposição queria a "cabeça" do governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, mas este saiu incólume do documento final. Já José Oliveira Costa não foi poupado, sendo acusado pelos deputados de ter cometido diversos atos ilícitos.

O governador do Banco de Portugal,Vítor Constâncio, foi presidente do PS e não tem razões de queixa do seu partido, pois os socialistas defenderam-no em quase todas as circunstâncias.

Leia mais no epaper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG