De 'decisão acertada' a 'erro grave' em apenas três anos

Em 2008, quando o banco foi nacionalizado, houve um raro consenso parlamentar. Passado pouco tempo, o BPN passou a arma de arremesso político.

A primeira nacionalização desde o PREC, a do BPN, tornou-se tão polémica quanto as de 1975. Mas nem sempre foi assim. No início - em novembro de 2008 - a grande maioria dos especialistas e todos os partidos políticos com representação parlamentar aplaudiram a medida (especialmente, é claro, o PS, que estava no Governo, e o PCP, por questões ideológicas - as mesmas de 75). Mas três anos e meio depois, tudo mudou. Poucos são os que agora defendem que esta foi a melhor opção, embora muitos desresponsabilizem o Governo por, na altura, estar pressionado pelo início da crise financeira mundial. O Governo ignorou dois caminhos: o plano Cadilhe e a liquidação o banco.

Hoje, são poucos os especialistas que consideram a nacionalização uma boa opção.

Leia mais no epaper do DN

Ler mais

Exclusivos