Braço direito de Godinho contou tudo à Judiciária

Importante peça na investigação, Namércio Cunha é um psicólogo que esteve ligado às sucatas até Dezembro de 2009.

Namércio Cunha, braço direito do empresário Manuel Godinho, foi uma importante peça para a investigação do processo "Face Oculta". De acordo com informações recolhidas pelo DN, o funcionário do empresário de Ovar resolveu colaborar com a investigação, contribuindo com isso para cimentar, com prova testemunhal, as suspeitas recolhidas pelos investigadores. Contactada pelo DN, Dálias Martins, a sua advogada, limitou-se a dizer que Namércio Cunha "adoptou no processo a postura que melhor defende os seus interesses enquanto arguido".

Segundo descreve o despacho de acusação do processo "Face Oculta", Namércio Cunha "assumiu-se como o principal coadjuvante de Manuel Godinho" na alegada associação criminosa descrita pelo Ministério Público, que tinha como objectivo a angariação de contratos de recolha e tratamento de resíduos em empresas públicas ou de capital maioritariamente público.

Namércio Cunha, ainda de acordo com o despacho de acusação, "funcionou não só como conselheiro técnico mas também como auxiliar no estabelecimento de contactos com indivíduos que exercem funções de poder". Por isso, os depoimentos deste arguido revelaram-se de especial importância, já que permitiram contextualizar todas as movimentações de Manuel Godinho, o único dos 34 arguidos acusados que se encontra em prisão preventiva.

O arguido é casado e natural de Oliveira de Bairro, localidade da Bairrada a escassos quilómetros de Aveiro, onde há um ano foi ouvido 16 horas, durante dois dias, pelo juiz de instrução criminal.

Nascido a 14 de Agosto de 1969, está ligado desde Abril de 2002 ao ramo das sucatas e limpezas industriais, na O2 - Ambiente SA. Nesta empresa de Godinho, Namércio foi responsável pela coordenação da equipa técnica que desenvolveu e implementou projectos de licenciamento da actividade e Sistemas de Gestão de Qualidade Ambiente e Segurança, como se lê num perfil público disponibilizado numa rede social. Saiu em Dezembro de 2009.

Na mesma altura, Namércio foi administrador de uma empresa detentora de um semanário vareiro, o Praça Pública. Antes, exerceu funções de direcção na área de recursos humanos da filial portuguesa de uma multinacional de equipamentos domésticos.

É licenciado em Psicologia Organizacional pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra e está ligado à docência de Recursos Humanos no ensino superior privado.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG