Endividamento das famílias: uma realidade a crescer

O nível de endividamento dos portugueses é dos maiores da Europa e com o aumento das taxas de juro, durante os últimos dois anos, as pesadas prestações mensais estão a provocar incumprimentos das famílias perante a banca.

A divida acumulada das famílias à banca - com a compra de casa e ao consumo – ultrapassava em 29% o rendimento disponível anual, salários e rendas subtraídas de impostos como o IRS e contribuições à Segurança Social.


O endividamento está em 129% do rendimento disponível, mas na realidade as dívidas dos portugueses deverá ser maior. É que nesta contabilidade não entra as dívidas contraídas através do ALD ou leasing, instrumentos financeiros para adquirir carros, por exemplo. Ou dividas a serem saldadas através de cheques pré-datados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG