Jardim processa Berardo por declarações à SIC

O ex-presidente do Millennium bcp Jardim Gonçalves interpôs ontem uma acção judicial contra o investidor e accionista do banco Joe Berardo e exige uma retractação pública das acusações ou uma indemnização de 500 mil euros.
De acordo com o que disse à Lusa uma fonte autorizada do antigo banqueiro, o pedido de retractação pública "é inédito em Portugal", mas visa acabar com "as acusações que [o investidor Joe Berardo] tem andado a fazer" ao ex-presidente do Millennium bcp .

Em alternativa, Jardim Gonçalves pede uma indemnização de 500 mil euros, que considera "muito abaixo do que devia ser", mas que visa "ser um valor simbólico".

Joe Berardo, um dos maiores accionistas do Millennium bcp , disse no passado dia 18 de Julho, em entrevista ao canal de televisão SIC Notícias, que ia processar judicialmente ex-administradores da instituição bancária devido à "aldrabice que andaram a fazer naquela instituição". Na mesma entrevista , Berardo comparou Jardim Gonçalves ao ditador António Oliveira Salazar, considerando que ambos começaram por fazer um bom trabalho mas não souberam sair pela porta grande.

O investidor, cujo processo dará entrada nos tribunais em Setembro, exige à anterior administração do maior banco privado uma compensação de 700 milhões de euros.

Segundo assegurou a mesma fonte oficial, Joe Berardo já foi notificado do processo judicial interposto pelo antigo presidente do banco, Jardim Gonçalves.
Contactado pela Lusa, Joe Berardo disse desconhecer essa acção judicial, recusando fazer qualquer comentário. Não tive notícias disso", afirmou.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG