Oliveira e Costa ouvido durante sete horas no DCIAP

O ex-presidente do BPN Oliveira e Costa saiu hoje cerca das 22:00 das instalações do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) sem prestar declarações, depois de sete horas de interrogatório.

O advogado de Oliveira e Costa, Leonel Gaspar, disse aos jornalistas que "Oliveira e Costa veio no âmbito do processo pendente prestar declarações, porque entende que deve continuar a colaborar com a Justiça".

"Havia situações que necessitavam de ser esclarecidas", explicou o advogando, escusando-se a confirmar em que qualidade é que Oliveira e Costa foi ouvido pelo Ministério Público.

Oliveira e Costa chegou ao DCIAP numa carrinha celular depois das 14:30 e regressou da mesma forma ao estabelecimento prisional junto à Polícia Judiciária, onde está detido desde Novembro.

APN.

Lusa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG