Treinadores no futebol e títulos conquistados

1938/39 - Joseph Szabo
1939/40 - Joseph Szabo
1940/41 - Joseph Szabo - Campeonato e Taça
1941/42 - Joseph Szabo
1942/43 - Joseph Szabo
1943/44 - Joseph Szabo - Campeonato
1944/45 - Joseph Szabo e Joaquim Ferreira - Taça
1945/46 - Cândido de Oliveira - Taça
1946/47 - Robert Kelly - Campeonato
1947/48 - Cândido de Oliveira - Campeonato e Taça
1948/49 - Cândido de Oliveira - Campeonato

1949/50- Alexandre Peics
1950/51 - Randolph Galloway - Campeonato
1951/52 - Randolph Galloway - Campeonato
1952/53 - Randolph Galloway - Campeonato
1953/54 - Álvaro Cardoso e Tavares da Silva - Campeonato e Taça
1954/55 - Tavares da Silva e Alejandro Scopelli
1955/56 - Alejandro Scopelli
1956/57 - Abel Picabea
1957/58 - Enrique Fernandez - Campeonato
1958/59 - Enrique Fernandez
1959/60 - Fernando Vaz e Mário Imbelloni
1960/61 - Alfredo Gonzalez e Otto Glória
1961/62 - Otto Glória e Juca - Campeonato
1962/63 - Juca - Taça
1963/64 - Gentil Cardoso e Anselmo Fernandez - Taça das Taças
1964/65 - Juca
1965/66 - Otto Glória e Juca - Campeonato
1966/67 - Fernando Argila e Armando Ferreira
1967/68 - Fernando Caiado
1968/69 - Fernando Caiado, Armando Ferreira e Mário Lino
1969/70 - Fernando Vaz - Campeonato
1970/71 - Fernando Vaz - Taça
1971/72 - Fernando Vaz e Mário Lino
1972/73 - Ronnie Allan e Mário Lino - Taça
1973/74 - Mário Lino - Campeonato e Taça

1974/75 - Di Stefano, Osvaldo Silva e Fernando Riera
1975/76 - Juca
1976/77 - Jimmy Hagan
1977/78 - Paulo Emílio e Rodrigues Dias - Taça
1978/79 - Milorad Pavic
1979/80 - Rodrigues Dias e Fernando Mendes - Campeonato
1980/81 - Fernando Mendes e Radsic
1981/82 - Malcolm Allison - Campeonato, Taça e Supertaça
1982/83 - António Oliveira e Josef Venglos
1983/84 - Josef Venglos
1984/85 - John Toshack e Manuel Pedro Gomes
1985/86 - Manuel José
1986/87 - Manuel José, Marinho e Burkinshaw - Supertaça e Vitória 7-1 ao Benfica
1987/88 - Burkinshaw e António Morais
1988/89 - Pedro Rocha, Vítor Damas e Manuel José
1989/90 - Manuel José, Vítor Damas e Raúl Águas
1990/91 - Marinho Peres
1991/92 - Marinho Peres e António Dominguez
1992/93 - Bobby Robson
1993/94 - Bobby Robson e Carlos Queiroz
1994/95 - Carlos Queiroz - Taça e Supertaça
1995/96 - Carlos Queiroz, Fernando Mendes e Octávio Machado
1996/97 - Robert Waseige e Octávio Machado
1997/98 - Octávio Machado, Francisco Vital, Vicente Cantatore e Carlos Manuel
1998/99 - Mirko Jozic
1999/00 - Giuzeppe Materazzi e Augusto Inácio - Campeonato e Supertaça
2000/01 - Augusto Inácio, Fernando Mendes e Manuel Fernandes
2001/02 - Laszlo Bölöni - Campeonato, Taça e Supertaça
2002/03 - Laszlo Bölöni
2003/04 - Fernando Santos
2004/2005 - José Peseiro - Final da Taça UEFA
2005/2006 - José Peseiro e Paulo Bento
2006/2007- Paulo Bento - Taça de Portugal
2007/2008- Paulo Bento - Taça de Portugal e Supertaça
2008/2009 - Supertaça

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Brasil e as fontes do mal

O populismo de direita está em ascensão, na Europa, na Ásia e nas Américas, podendo agora vencer a presidência do Brasil. Como se explica esta tendência preocupante? A resposta pode estar na procura de padrões comuns, exercício que infelizmente ganha profundidade com o crescente número de países envolvidos. A conclusão é que os pontos comuns não se encontram na aversão à globalização, à imigração ou à corrupção política, mas sim numa nova era de campanhas eleitorais que os políticos democráticos não estão a conseguir acompanhar, ao contrário de interesses políticos e económicos de tendências não democráticas. A solução não é fácil, mas tudo é mais difícil se não forem identificadas as verdadeiras fontes. É isso que devemos procurar fazer.

Premium

João Almeida Moreira

1964, 1989, 2018

A onda desmesurada que varreu o Brasil não foi apenas obra de um militar. Não foi, aliás, apenas obra dos militares. Os setores mais conservadores da Igreja, e os seus fiéis fanáticos, apoiaram. Os empresários mais radicais do mercado, que lutam para que as riquezas do país continuem restritas à oligarquia de sempre, juntaram-se. Parte do universo mediático pactuou, uns por ação, outros por omissão. Os ventos norte-americanos, como de costume, influenciaram. E, por fim, o anticomunismo primário, associado a boas doses de ignorância, embrulhou tudo.

Premium

Eslováquia

Iveta Radicová: "Senti pressões de grupos criminosos todos os dias"

Foi a primeira mulher na Eslováquia a ter a cátedra de Sociologia, a disputar uma segunda volta nas eleições presidenciais e a exercer o cargo de primeira-ministra, entre 2010 e 2012. Enquanto governante sofreu na pele ameaças, mas o que agora a inquieta é saber quem são os responsáveis pela desinformação e discurso de ódio que a todos afeta nas redes sociais.

Premium

Rosália Amorim

OE 2019 e "o último orçamento que acabei de apresentar"

"Menos défice, mais poupança, menos dívida", foi assim que Mário Centeno, ministro das Finanças, anunciou o Orçamento do Estado para 2019. Em jeito de slogan, destacou os temas que mais votos poderão dar ao governo nas eleições legislativas, que vão decorrer no próximo ano. Não é todos os anos que uma conferência de imprensa no Ministério das Finanças, por ocasião do orçamento da nação, começa logo pelos temas do emprego ou dos incentivos ao regresso dos emigrantes. São assuntos que mexem com as vidas das famílias e são temas em que o executivo tem cartas para deitar na mesa.