Mourinho: do Porto a Milão, a história de um campeão

Por onde passou, treinador coleccionou sucessos.

Nasceu em Setúbal e cedo se interessou por futebol, ou não fosse o seu, Mourinho Félix, um dos nomes históricos do Vitória Futebol Clube (de Setúbal). Fala-se de José Mário dos Santos Mourinho Félix, ou, em nome resumido, José Mourinho.


Aos 45 anos, Mourinho é considerado por muitos o melhor treinador do Mundo. Desde que entrou, pela primeira vez, num grande clube do futebol português (o Sporting, no início da década de 90, como tradutor de Bobby Robson), o actual técnico do Inter de Milão tem tido um percurso sempre a subir.


Em Barcelona, aprendeu com o “mago” holândes Louis Van Gaal e depois regressou a Portugal, onde teve as primeiras experiências como treinador principal, no Benfica e na União de Leiria.


Mas o sucesso esperava-o no FC Porto. Contratado pelo presidente Pinto da Costa, em Janeiro de 2002, logo prometeu que na época seguinte seria campeão. E cumpriu. A dois títulos nacionais, juntou a glória europeia: uma Taça UEFA e uma Liga dos Campeões Europeus.


Depois, com estrondo, rumou ao Chelsea, onde conquistou dois títulos seguidos, quebrando um jejum de 50 anos, mas não conseguiu repetir a glória. Depois, saiu do clube londrino com igual estrondo e fez um hiato de cerca de meio ano.


Em 2007/08, o homem que celebrizou o slogan de “se não fosse para ganhar, eu não estaria aqui” é um figura do mundo do futebol, mas também da publicidade. O seu único refúgio, a faceta quase nunca revelada, é a família. E tem uma nova aventura, chamada Inter de Milão.

Ler mais

Exclusivos