Protecção Civil regista 8 réplicas durante madrugada



A Autoridade Nacional de Protecção Civil registou, até às 03:47, oito réplicas do sismo sentido à 01:37 em Portugal Continental, todas de magnitude inferior e que não provocaram danos.

Pedro Araújo, comandante de permanência às operações do Comando Nacional da Autoridade de Protecção Civil, adiantou à Lusa que a magnitude das réplicas variou entre 1,3 e 2,3 na escala de Richter e foram sentidas em todo o território de Portugal Continental.

Após o sismo desta madrugada, que registou uma intensidade de 6,0 na escala de Richter, segundo o Instituto de Meteorologia, o Ministro da Administração Interna, Rui Pereira, deslocou-se às instalações da Protecção Civil, em Lisboa, para se "inteirar de todo o processo", adiantou Pedro Araújo.

A mesma fonte precisou que a Protecção Civil tem estado a monitorizar toda a informação e que, ao nível municipal, deverão ocorrer avaliações locais, na sequência de alertas das populações, das câmaras ou dos serviços municipais de protecção civil.

Porém, Pedro Araújo realçou que "não há danos estruturais" registados até agora em Portugal.

O sismo teve a duração de alguns minutos, mas apenas foi sentido pelas pessoas durante cinco a oito segundos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG