Novos usos podem ser uma oportunidade para a Baixa

Com a construção do novo hospital de Todos Santos e o consequente encerramento das diversas unidades hospitalares existentes no centro da cidade de Lisboa, deu-se inicio a um debate relativamente ao uso a dar a esses espaços.

A denominada colina de Santana possui, no seu seio, a maior parte daqueles equipamentos. Trata-se de um uso secular daqueles terrenos para aqueles fins.

Do ponto de vista do comércio da Baixa Pombalina, o encerramento daqueles centros hospitalares representa a deslocação de um número considerável de consumidores de uma área adjacente para um território distante.

Este facto poderá ser mais um golpe, como tantos outros que já foram feitos à Baixa de Lisboa.

Porém, há que ser optimista: os novos usos a serem dados à colina de Santana poderão constituir uma oportunidade para a Baixa que esta não deixará de agarrar.

Um dos usos que se imagina dar aquele território traduz-se na concentração no mesmo de diversos equipamentos de ensino superior ou ligados à investigação cientifica.

Se esse for o uso a ser dado à colina de Santana, a Baixa terá de criar factores de atração que façam com aquele tipo de consumidores a visitem.

Uma pequena nota final: as acessibilidades.

A saída das unidades hospitalares podem vir a criar uma oportunidade de melhoria das acessibilidades da colina de Santana à Baixa e vice-versa, o que permitiram a criação de melhores acessos pedonais e rodoviárias entre as duas zonas.

*Associação de Dinamização da Baixa Pombalina

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG