Colina de Santana: a oportunidade

Até há pouco tempo quando se falava da colina de Santana quase todos os lisboetas se interrogavam qual das sete colinas seria.

Com a decisão, em 2005, no Governo de António Guterres do Ministro Correia de Campos de constituir uma comissão para "o reordenamento das capacidades hospitalares da cidade de Lisboa", foi iniciada a polémica. Desde logo com a possibilidade de serem desativados os hospitais da zona e a construção de um novo e grande hospital na zona oriental. A discussão sobre os benefícios e as desvantagens da concentração em Chelas de todas as valências hospitalares foi enorme , nomeadamente ao nível da classe médica,

O governo entregou à Estamo a propriedade dos edifícios dos vários hospitais: S. José, Miguel Bombarda, Desterro, Capuchos, e Santa Marta. E logo apresentou em sede municipal os respetivos loteamentos através de PIPs , já com a mudança de usos garantida com a aprovação do PDM em 2012.

Foi aqui que surgiu a Colina de Santana, esquecida pelo Marquês de Pombal, por Ressano Garcia, pela Câmara de Lisboa, pelos governos ao longo de séculos. É a zona mais carenciada do concelho em todos os índices que definem a qualidade de vida. Que fazer?

Vamo-nos concentrar nos novos loteamentos e nas novas habitações, serviços, comércio, novos habitantes (mais 5700), no património que se for recuperar ?. Criar guetos de ricos em condomínios mais ou menos fechados e deixar todo o restante espaço como sempre esteve, ao abandono?.

Primeiro só desativar quando houver resposta alternativa e competente, e depois considerar esta a oportunidade para todos olharmos para esta bela colina de Lisboa com tantos problemas e tudo fazer para os minimizar.

O Governo, a Câmara, apelando a meios, medidas legislativas próprias e fundos europeus ,a Estamo, os proprietários dos edifícios degradados, os seus habitantes, estão todos obrigados a definir estratégias e encontrar soluções para fazer cidade e dar nova vida à COLINA de SANTANA.

*Deputado municipal do PSD

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG