Grandes cheias

A região de Lisboa já foi afectada por duas grandes inundações. Em 1967, 700 pessoas morreram em Loures, Odivelas e Alenquer. Quase 16 anos depois, as chuvas voltaram a fazer estragos e a causar a morte de 10 pessoas.

1983
 
Dez pessoas morreram e 1800 famílias ficaram sem casa durante as cheias de 18 de Novembro, que atingiram os concelhos de Lisboa, Loures e Cascais.

1997

As chuvas intensas que caíram no Baixo Alentejo, na noite de 6 de Novembro, provocaram a morte a 11 pessoas e deixaram 200 famílias desalojadas.

1979

As cheias de Fevereiro duraram nove dias e afectaram sobretudo a região de Santarém. Duas pessoas morreram, 115 ficaram feridas e e 1187 desalojadas.

1967

Mais de 700 pessoas morreram nas cheias que, no dia 25 de Novembro , apanharam desprevenidas as populações que viviam na região da Grande Lisboa.

1962

Inundações afectam Norte e Centro do País, fazendo transbordar o Mondego e o Douro, tendo neste rio ocorrido a segunda maior cheia do século XX.

Ler mais

Exclusivos

Premium

CPLP

Do ciclone às dívidas ocultas: as quatro tragédias de Moçambique

Ciclone Idai, escândalo das dívidas ocultas, conflito com grupos armados no norte e reconciliação lenta e pouco suave entre a Frelimo (no poder) e a Renamo (maior partido da oposição) marcam a realidade de Moçambique, país da CPLP com 29,7 milhões de habitantes que tem eleições gerais marcadas para 15 de outubro.