DN Life

Saúde

Em tempos de isolamento, desligar e dormir e criar uma rotina são o melhor remédio

Mithu Storoni é neuro-oftalmologista, mas nos últimos anos dedicou-se a estudar o stress, o que leva o cérebro a "produzi-lo", que efeitos tem no corpo e na saúde e o que fazer para o combater. O resultado desse estudo foi um livro, À prova de stress, publicado em Portugal pela Porto Editora. Em tempos de pandemia, perguntámos-lhe como lidar com o stress, agora que temos uma razão forte para o sentir. A autora respondeu-nos com um autêntico guia prático. Texto de Catarina Pires | Fotografia de David J. Welsh Até ao fim do ano passado, as causas de stress da [...]

Comportamento

Como evitar divórcios em tempos de pandemia

A quarentena manda não sair de casa e esse pode ser um dos efeitos positivos da covid-19: fazer com que os casais passem mais tempo juntos. Porém, também pode ser desastroso e acabar em divórcio se não souberem lidar com as contrariedades inevitáveis. Texto de Ana Pago Ninguém se esquece do caráter repentino desta pandemia, todos sempre à espera que aconteça algo, movidos por um sentido de urgência típico de uma guerra. O isolamento social vai ficando desconfortável - para muitos casais mais cedo do que esperavam -, com menos escapes à volta a impedi-los de remoer o que cada [...]

Comportamento

Quem são os campeões do Twitter?

Ícones da pop. Presidentes norte americanos no ativo ou saídos do cargo. Apresentadores. Futebolistas. Socialites. Modelos. Em apenas 280 carateres, inúmeras celebridades levam os seus seguidores à loucura no Twitter, que festeja hoje 14 anos de existência. Para bons entendedores poucas palavras bastam. Texto de Ana Pago Os primeiros três anos da presidência de Donald Trump foram um mergulho de cabeça num mediatismo que já tinha vislumbrado como apresentador do reality show The Apprentice, transmitido pela NBC entre 2004 e 2015, antes de ser eleito presidente dos EUA em janeiro de 2017. Sem querer ser chamado à razão por nenhum [...]

coronavírus

Entre o dever, o trabalho e a família, pais a lidar com fecho das aulas

A classificação como pandemia diz-nos que o coronavírus é grave. Espalhou-se por vários continentes em menos de dois meses, o que justifica estas medidas de contenção para evitar uma infeção generalizada num curto intervalo de tempo. Mas como se gere tudo isto sem stress? A começar pelos pais que, de repente, se veem em casa com os filhos porque as escolas fecharam? Texto de Ana Pago O Governo decidiu, está decidido: a partir de segunda-feira e até ao final do mês, todas as escolas, creches e ATL do país, públicos ou privados, terão de suspender as atividades letivas.[...]

Opinião

No Dia da Mulher não quero flores!

Foram conhecidos há dias os resultados chocantes de um estudo dinamizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento que envolveu 75 países, ou seja, cerca de 80% da população mundial. De acordo com este estudo, nove em cada dez homens e mulheres em todo o mundo têm alguma forma de preconceito contra a igualdade entre homens e mulheres. Nove em cada dez. Destes, cerca de um terço acha aceitável um homem bater numa mulher. As Nações Unidas proclamaram o dia 8 de Março como o Dia Internacional da Mulher, em 1977. Mas já desde 1911 que o Dia da [...]

Comportamento

"É preciso aumentar a consciencialização sobre os direitos das pessoas idosas"

O professor Asghar Zaidi, coordenador do projeto Índice de Envelhecimento Ativo, da UNECE, esteve em Portugal, a convite da embaixada britânica, para participar no primeiro Fórum Portugal - Reino Unido sobre Envelhecimento Saudável. O instrumento de análise comparativa, que pretende ser uma ferramenta que ajude os países a delinear as melhores estratégias para melhorar a qualidade de vida dos mais velhos e tornar a terceira idade mais ativa e independente, diz-nos que Portugal, apesar de estar entre os primeiros no que diz respeito a envelhecimento, não ultrapassa o meio da tabela quando a este se acrescenta a palavra ativo. Entrevista [...]

Comportamento

Que máscaras são estas que todos usamos?

A ideia de que o mundo é um palco (ou uma espécie de Carnaval) é verdadeira. Representamos diariamente em casa, no trabalho, com amigos, a cada contexto. E assim nos relacionamos com outras pessoas que fazem outro tanto, gerindo as suas próprias personagens e representações. Máscaras servem para orientar expectativas e impressões. Para nos sentirmos melhor connosco. Daí todos sermos tantos-em-um, com o que isso tem de mau e bom.

Julie Taylor

"O governo inglês quer dar às pessoas cinco anos extra de vida saudável e ativa"

Julie Taylor, do Departamento de Comércio Externo britânico, é especialista em envelhecimento, mas como ela própria referiu no encontro organizado pela embaixada do Reino Unido em Portugal dedicado ao envelhecimento ativo e saudável, é uma comercial, não uma investigadora. Falámos com ela para perceber como é que se promove o envelhecimento saudável, encarando os mais velhos como uma oportunidade de negócio. Entrevista de Catarina Pires | Fotografia de João Silva/Global Imagens A estratégia do Reino Unido para os desafios colocados pelo envelhecimento está ancorada na inovação, na indústria, na tecnologia e nos negócios. Porquê? A Estratégia Industrial do Reino Unido [...]

coronavírus

Francisco George: "A melhor profilaxia é estar informado e evitar alarmismo"

Começa com rumores de um surto, depois já se fala em epidemia e, subitamente, resvala para uma pandemia. Ninguém sabe como se comportar, que medidas adotar. Desta vez é o novo coronavírus a pôr o mundo em sobressalto. O presidente da Cruz Vermelha Portuguesa dissipa muitas das dúvidas que atormentam a população. Texto de Sandra Gonçalves | Fotografia Filipa Bernardo (Global Imagens) Quando é que uma epidemia passa a pandemia? É simples de definir. Uma epidemia é quando existe a confirmação de uma ocorrência de casos de determinada doença acima do que é esperado para aquele lugar e época do [...]

Saúde

Ratos de laboratório. Os "canivetes suíços da investigação biomédica"

Há os ratos da cidade, há os ratos do campo e há os ratos de laboratório. A estes últimos, usados há mais de 100 anos em experiências científicas de diversas áreas, que vão da biomedicina ao comportamento, devemos grandes descobertas. E, não será exagerado dizer, a vida. Ou, pelo menos, o aumento da esperança e da qualidade da dita. Texto de Catarina Pires Para a maioria das pessoas, os ratos representam doença, mas a verdade é que estes pequenos animais têm desempenhado há mais de um século um papel fundamental na descoberta de medicamentos, vacinas, tratamentos e curas que já [...]