União Europeia vai investigar impostos do Ikea

Holanda poderá ter dado vantagens injustas a uma divisão da gigante sueca

A Comissão Europeia vai abrir uma investigação aos impostos do Ikea, uma vez que a Inter Ikea, com base na Holanda, pode ter recebido benefícios fiscais injustos naquele país, diz a BBC.

Margrethe Vestager, comissária europeia da Concorrência, já afirmou antes que "pequenas, grandes, multinacionais ou não, todas as empresas têm de pagar a sua parte justa de impostos".

A União Europeia vai investigar se a situação fiscal do Ikea viola regras europeias no que toca a ajudas e benefícios dados por países a empresas.

Em comunicado, a Comissão Europeia diz querer averiguar se "duas decisões fiscais antecipadas permitiram à Inter IKEA pagar menos impostos, dando-lhe uma vantagem em relação a outras empresas, em violação das regras da União Europeia em matéria de ajudas de Estado".

A investigação diz respeito a duas decisões fiscais, de 2006 e 2011, que reduziram a base tributável da Inter IKEA Sistems na Holanda.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG