Tomás Correia: "Não ficará pedra sobre pedra desta decisão" do BdP

Tomás Correia diz que o Banco de Portugal está a ir longe de mais no exercício dos seus poderes. E sugere que está a ser penalizado por não ter cedido o Montepio a capitais estrangeiros.

Desde 2012 que António Tomás Correia antecipava que viria a tornar-se um alvo do Banco de Portugal, disse o presidente da Associação Mutualista Montepio numa grande entrevista ao Dinheiro Vivo/TSF, dividida em dois. A segunda parte é publicada amanhã.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG