TAP compromete-se a "adicionar e ajustar planos de rota"

Companhia lembra que está disposta a colaborar mas sujeita a constrangimentos legais regionais

A TAP vai alterar os planos de reabertura e ajustar a operação no sentido que tem sido pedido, garante a companhia, em comunicado enviado ao Dinheiro Vivo.

Numa carta assinada pela administração liderada por Antonoaldo Neves, a companhia garante estar empenhada em encontrar soluções e disposta a "colaborar de imediato com todos os agentes económicos, nomeadamente associações empresariais e entidades regionais de turismo, para viabilizar o maior número de oportunidades, adicionar e ajustar os planos de rota anunciados para este momento de retoma por forma a procurar ter um serviço ainda melhor e mais próximo a partir de todos os aeroportos nacionais onde a TAP opera, o que, considerando o período difícil que Portugal atravessa, ficará, naturalmente, subordinado aos constrangimentos legais que existam quanto à mobilidade das pessoas e ao transporte aéreo", lembra.

A companhia aérea portuguesa diz manter o objetivo de continuar a voar para retomar a sua operação e a servir os seus clientes sempre de forma a "assegurar a sua sustentabilidade futura e continuar a projetar Portugal no mundo".

Leia o artigo completo no Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG