Subida do salário mínimo em Espanha para 900 euros põe em risco 190 mil empregos

BBVA Research conclui que medida incluída no Orçamento espanhol acarreta riscos para a economia do país vizinho

É a medida mais sonante do Orçamento do Estado espanhol que foi apresentado na passada quinta-feira. O governo de Pedro Sanchez chegou a um acordo com o Podemos para a subida do salário mínimo em 22%, passando dos atuais 735,9 euros para 900 euros em 2019.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG