Problemático A400 M empurra Airbus para queda de 63%

Contratempos na produção do avião militar custam 2,2 mil milhões de euros à fabricante europeia

O avião militar A400 M voltou a pesar no balanço da Airbus e empurrou a fabricante europeia de aviões para uma queda de 63% nos seus resultados anuais para 995 milhões de euros. A empresa com sede em Toulouse até viu crescer as receitas em 3%, mas foi chamada a pagar 1,2 mil milhões de euros pelos contratempos com o quadrimotor militar.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG