“Porquê tanto pessimismo?” perguntam os líderes do futuro

As Conferências do Estoril ficaram marcadas pela participação em massa de jovens estudantes, uma "geração sensível" que "nunca teria votado em Trump".

Levantam o braço sem vergonha e sem medo. De microfone em punho, confrontam prémios Nobel, ministros, chefes de estado, doutores e engenheiros. A sexta edição das Conferências do Estoril foi tomada de assalto pelos mais jovens. Não têm medo de falar, mas têm medo do futuro. Não querem repetir os erros de quem os trouxe até aqui.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG