Pingo Doce lança 'Chef Express' dois anos depois

"Valeu a pena esperar". Foi assim que Luís Araújo, o diretor-geral do Pingo Doce, apresentou o robot de cozinha, Chef Express, que vai para as lojas dia 3 de novembro

"Valeu a pena dedicar tempo a encontrar a melhor solução para os consumidores", frisa o responsável, referindo-se ao facto do Pingo Doce ter anunciado, em 2013, a sua intenção de "lançar uma máquina de referência e com o preço certo, competitivo para o consumidor português", mas ter adiado em dois anos esse lançamento. "Nestes dois últimos anos focámo-nos na inovação e no desenvolvimento de um projeto diferenciador, que chegou agora a bom porto ", reforça Luís Araújo, anunciando agora que foi tudo feito "com tecnologia portuguesa, da Flama, e com design também português".

Satisfeito com o resultado final, Luís Araújo está igualmente confiante nas vendas do robot Chef Express, que tem o preço de 399 euros. Para o diretor-geral do Pingo Doce este é um artigo que permite "democratizar o acesso a produtos de topo".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG